Google+ Artesanato com amor...by Lu Guimarães: Renda Turca

Meus Queridos Leitores!!

Elo 7

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Renda Turca

17-07
Renda Turca (arte antiga e rara – citada como Patrimônio Cultural e Imaterial)
A Renda Turca
Ela é feita com linha e agulhas, mas não é considerada crochê nem tricô. Estamos falando da renda turca, antigo tipo de artesanato cuja confecção se assemelha à fabricação das redes de pescadores. Com esta arte é possível produzir toalhas de diversos tamanhos, vestidos, cachecol, casaquinhos, bolsas, colar, brinco, guarda-copos, roupas e sapatos para bebês, entre outros inúmeros itens.
Basta usar a criatividade, aponta a artesã Solange Maria Gonçalo de Oliveira, que há mais de 30 anos cria artigos em renda turca em Bauru/SP. Ela aprendeu a fazer esta arte manual aos 14 anos de idade e, desde então, vem se dedicando ao trabalho.
“Uma senhora ensinou renda turca para mim e para minha irmã. Na época fiz uma toalhinha, mas depois passei a me dedicar a outros trabalhos manuais, como crochê, bordado, etc. Passado algum tempo, resolvi fazer um vestido com a pala de crochê e o restante com a renda turca. Aí não parei mais”, conta.
De acordo com Solange, como o próprio nome sugere, a renda turca, muito provavelmente, vem daTurquia, mas não existem registros oficiais apontando a data e local de origem desta técnica. A diferença entre ela e os trabalhos em crochê e tricô é simples, explica. “É um trabalho com linhas que não desmancha”, diz. Em outras palavras, na renda turca, cada ponto traz um nó e, por isto, o trabalho fica todo amarrado; se alguém, acidentalmente, puxar um fio, ele não desmancha facilmente, como pode ocorrer com o tricô e o crochê.
Além disto, observa a artesã, os artigos em renda turca levam mais tempo para serem fabricados. “Uma toalha demora de 20 a 30 dias para ficar pronta”, exemplifica. Segundo ela, o ponto básico deste artesanato é o losango, mas é possível fazer peças com cachos (tipo de ponto) ou diversos desenhos criativos.
A produção da renda turca é feita com agulhas totalmente artesanais, já que não existem materiais específicos à venda. Vale desde o palito de sorvete à agulha de tricô cortada ao meio. Lápis fino, ferros retirados de sombrinhas e “raio” de bicicletas também são utilizados. Solange aponta que são necessárias três agulhas para a execução dos trabalhos: uma de tapeçaria, uma de madeira e outra de ferro.
Divulgação
A renda turca é uma técnica pouco conhecida no Brasil, aponta Solange. Segundo ela, apesar de antiga, a arte estava perdida no tempo e um pouco esquecida, principalmente pelos jovens. Por isto, ela realiza diversas iniciativas para resgatá-la. Uma deles é a criação do site www.rendaturca.com.br, o qual contém diversas informações e imagens de produtos feitos em renda turca.
Após a criação do site, Solange passou a mandar e-mails divulgando o seu trabalho para diversas cidades, incluindo países do Exterior. Tanta dedicação rendeu-lhe em um convite para participar de uma revista especializada em renda turca, da editora Minuano. Fora isto, a artesã faz trabalhos em renda turca sob encomenda e dá cursos multiplicar a técnica entre outras pessoas. “O artesanato, para mim, é tudo. Além de arte e fonte de renda, também funciona como uma terapia”, comenta.
Confiram algumas peças, PAP e imagens da revista da Solange:
mkt001
mkt002
mkt003
mkt004
mkt005
mkt007
mkt009
13-
heloisa
Produtos Círculo ideais para a RENDA TURCA:
Veja algumas fotos de peças feitas com os produtos Círculo:
renda turca (1)
renda turca (1)
renda turca (2)
renda turca (2)

Renda Turca – antiga técnica artesanal
Poucas artesãs dominam esta técnica no Brasil, mas, em Bauru, na cidade de SP a incrível Solange Oliveira dedica-se a criação de peças a mais de 30 anos – seus trabalhos foram citados no levantamento cultural em Latronico - Itália.
No Brasil existem pelo menos três modos diferentes de confecção da Renda Turca. Uma delas é da cidade de Sabará, MG, onde a técnica se tornou patrimônio cultural através de decreto e a forma de trabalhar é mantida no mais absoluto sigilo, sendo que os pontos utilizados formam quadrados e não losangos como a maioria das peças. Este trabalho está registrado como Bem Cultural de Natureza Imaterial.
Na Croácia, mas precisamente no mosteiro Beneditino de St. João Batista e Santo Antônio Abade, as monjas fazem uma renda similar a essa, e elas são consideradas Patrimônio Cultural e Imaterial pelaUNESCO.
Contato: Solange Oliveira / www.rendaturca.com.br / (14) 3227-5115
Um abraço,
assinatura blog









 


Beijinhos!!!

Nas postagens do blog a maioria das fotos são de minha autoria. Em algumas ocasiões utilizo fotos que pego na internet. Sempre procuro dar os créditos devidos. Se os créditos não estiverem corretos ou faltando, por favor avise-me para que possa corrigir o erro.

Curta isso!

Minha loja ELO7

Meu recado

visitantes recentes