Google+ Artesanato com amor...by Lu Guimarães: A moda como protagonista

Meus Queridos Leitores!!

Elo 7

terça-feira, 27 de outubro de 2015

A moda como protagonista

Recebemos um texto muito interessante de uma leitora e resolvemos compartilhar com vocês… Quem quer saber mais sobre os filmes que abordam a história da moda?! Confiram o que escreveu Andreza Souza, deSão Paulo. 
Da criação da costura a produções cinematográficas; conheça os filmes que abordam a história e o desenvolvimento da moda no mundo
A origem da costura data de muitos anos, mas com seu desenvolvimento, a prática não só se difundiu por todo mundo, mas foi a responsável por manter a produtividade de uma das indústrias mais ricas atualmente: a indústria da moda.
Embora os estudos sejam imprecisos, estima-se que a técnica de costurar nasceu há aproximadamente 30 mil anos. Naquele tempo, a costura era utilizada apenas como forma de produzir peças que protegessem os europeus do frio, mas com o passar dos anos, as roupas se tornaram símbolos de status e os costureiros passaram a ter um papel fundamental nas sociedades. Essa transformação fica evidente na sociedade persa, onde existem preciosos registros de peças que ofereciam conforto e eram personalizadas.
A costura artesã durou até a Revolução Industrial. O conhecimento que era passado de mestre para aprendiz deu lugar a costura em escala industrial e a máquinas que faziam este tipo de trabalho.
crochê, como a costura, tem origens antigas e foi um dos responsáveis por criar peças personalizadas, com toques de sofisticação. Também de origem incerta, acredita-se que a técnica nasceu na Arábia e chegou à Espanha por rotas comerciais do Mediterrâneo; também existem registros que o crochê já existia na China, na produção de bonecas e na América do Sul, em adornos usados em rituais da puberdade.
Com a Revolução Industrial, tanto o crochê quanto a costura, se tornaram objetos de valor imensurável. A produção em escala industrial de roupas fez com que as peças exclusivas se tornassem símbolos de riqueza e sofisticação e que a indústria da moda alavancasse, transformando-se no que ela é hoje.
Todo este desenvolvimento, o aperfeiçoamento das peças e a criação das grifes mais caras do mundo ganharam as telas e, hoje, documentários e filmes são produzidos pensando em mostrar mais sobre a história da moda mundial e de como ela ganhou tanta representatividade. A maioria estão disponíveis em canais de televisão paga, como os pacotes da Net ou em streams como o Netflix ou Youtube.
A Costura do Tempo
O documentário de Kátia Klock retrata a história da indústria têxtil do Vale do Itajaí, desde a influência dos imigrantes europeus até pontos mais atuais, como as vidas dos jovens estilistas. Com cerca de 40 minutos de duração, a produção também trata sobre questões importantes presentes no universo da moda como, por exemplo, a ideia de estilo, identidade e perenidade.
O diferencial é que Kátia também conta com a participação de sua mãe, Marli Klock, costureira desde os 14 anos. A atuação de Marli, por vezes em companhia da diretora, dá um ar intimista a obra de 2014.
The Secret World of Haute Couture
O documentário produzido pela BBC em 2007 mostra o universo da alta-costura. Dirigido por Margy Kinmonth, a obra de 60 minutos, conta o que é a alta-costura, onde se produz e quem tem acesso a ela.
Unzipped
Lançado em 1995, o documentário acompanha o designer Isaac Mizrahi que, na época, era namorado do diretor, Douglas Keeve. O documentário de 1h13min mostra toda a tensão e nervosismo do estilista diante da divulgação de sua coleção de 1994. Com participação de Naomi Campbell, Cindy Crawford, Kate Moss, Christy Turlington e Linda Evangelista.
Marc Jacobs & Louis Vuitton
O documentário, dirigido por Loïc Prigent, prestigia a vida de dois nomes marcantes no mercado da moda mundial: Marc Jacobs e Louis Vitton.
A produção de 75 minutos conta com imagens de Paris, na França, mostrando detalhes de como funciona a criação de uma coleção da Louis Vitton – alguns são imperdíveis. Viajou também ao Japão, onde a gravação é feita durante um desfile com direito a festa para clientes da marca. E, para fechar com chave de ouro, Marc Jacobs é abordado em Nova York, onde o documentário retrata seu lado engraçadinho e genial.
Quem curtiu as dicas? Achamos as ideias super bacanas para reunir as amigas e programar uma sessão pipoca para assistir… que tal?!
Até mais,
assinatura blog
Um grande beijo









Nas postagens do blog a maioria das fotos são de minha autoria. Em algumas ocasiões utilizo fotos que pego na internet. Sempre procuro dar os créditos devidos. Se os créditos não estiverem corretos ou faltando, por favor avise-me para que possa corrigir o erro.

Curta isso!

Minha loja ELO7

Meu recado

visitantes recentes